Proprietários de iPhones já podem vender seus direitos

Receba agora R$ 300 por iPhone ou 70% do valor da indenização no futuro.

Caso Apple: iPhones com a Vida Útil Reduzida

Em 2016 a Apple lançou uma atualização do iOS que, provocou uma lentidão nos iPhones das gerações 6, 7 e SE. Os smartphones passaram a desligar repentinamente e muitos aplicativos sequer abriam, criando o escândalo do BatteryGate.

Neste caso, a Apple diminuiu, conscientemente, o desempenho dos iPhones para que eles se tornassem obsoletos, ou, parassem de funcionar, sem alertar os consumidores das consequências que essa atualização traria.

Clientes elegíveis: proprietários de Iphones das gerações 6, 7 e SE, tanto novos como recomprados.

A Regera te dá acesso a um dinheiro inesperado de forma prática e segura

A Regera é uma plataforma que compra direitos indenizatórios de consumidores contra grandes organizações. Você decide se quer receber agora um valor menor ou esperar o final do processo e receber 70% da indenização.

Opções de Recebimento

Receber Agora

Receber no Final*

A Regera nasceu com um propósito: facilitar a vida das pessoas de uma forma simples, fácil e rápida. Você pode ter, nesse exato momento, algum dinheiro para receber que nem sabia. Viabilizamos isso para você, através de uma indenização que você pode escolher receber agora ou no futuro. E tudo com a praticidade digital e a segurança dos nossos especialistas.

Nosso serviço está disponível tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica. Saiba mais no nosso site.

A Regera é uma empresa que compra direitos creditórios de consumidores contra grandes corporações.

Esta compra possui dois modelos, onde o primeiro consiste no repasse do valor no curto prazo, mediante envio de todos os dados necessários e, o segundo, consiste no repasse do valor, no longo prazo, mediante envio dos dados necessários e a decisão da causa.

Isso ocorre pois no primeiro cenário, assumimos todo o risco do resultado e garantimos o repasse do valor, com um desconto pelo risco assumido. No segundo, por assumir o risco até a resolução da causa, em caso de vitória, o cliente é contemplado com 70% do valor da mesma e a Regera fica com 30%, referentes aos custos de toda a operação.

Direitos creditórios são valores a serem recebidos, por pessoas físicas ou jurídicas, em ações judiciais. Esses direitos podem ser negociados (comprados e vendidos) livremente, através de um contrato de cessão.

A opção “Receber Agora” consiste no repasse do valor financeiro para o cliente, em 48h, após a análise dos documentos.

Caso uma oferta do modelo “Receber Agora”, não seja aceita até o final do processo, a Regera exerce a opção de compra, repassa 70% do valor para o cliente e retém 30%, referentes aos custos da operação.

Em 2016 a Apple lançou uma atualização do iOS que, provocou uma lentidão nos iPhones das gerações 6, 7 e SE. Os smartphones passaram a desligar repentinamente e muitos aplicativos sequer abriam, criando o escândalo do BatteryGate.

Neste caso, a Apple diminuiu, conscientemente, o desempenho dos iPhones para que eles se tornassem obsoletos, ou, parassem de funcionar, sem alertar os consumidores das consequências que essa atualização traria.

A obsolescência programada é uma estratégia que muitas corporações usam de maneira deliberada para que a versão atual de um produto ou serviço fique desatualizada ou inútil dentro de um breve período de tempo. Entidades e associações de defesa do consumidor estão lutando contra esse tipo de procedimento no mundo todo.

Os aparelhos elegíveis são o iPhone 6, 6 Plus, 6s, 6s Plus, SE, 7 e 7 Plus. Você não precisa mais ter a posse do aparelho, podendo ter vendido ou trocado o mesmo. Os iPhones comprados no exterior são elegíveis e, se o seu aparelho for usado, também tem direito a eventual indenização.

Documento de identidade (RG ou CNH) e a Nota Fiscal com as informações do iPhone que você está cadastrando.

A Regera está oferecendo um valor de R$ 300,00 por aparelho afetado.

O tempo estimado para a duração do processo judicial, desde o início até a decisão final, é de 5 a 10 anos, segundo especialistas. Porém, é impossível prever com exatidão, já que este prazo depende do judiciário.

Temos uma equipe disponível para suas dúvidas.

+ de 3.000 consumidores já venderam seus direitos para a Regera. Você não está mais sozinho!

Saiba mais sobre nossas outras causas

Sem custo e sem risco

Junte-se a milhões de consumidores afetados

É POR SUA CAUSA

Aparelhos afetados

  • A1661, A1784, A1785 – iPhone 7 Plus
  • A1660, A1778, A1779 – iPhone 7
  • A1723, A1662, A1724 – iPhone SE (1ª geração)
  • A1634, A1687, A1699 – iPhone 6S Plus
  • A1633, A1688, A1700 – iPhone 6S
  • A1522, A1524, A1593 – iPhone 6 Plus
  • A1549, A1586, A1589 – iPhone 6

 

  • Válido para quem tem ou teve um dos Iphones acima;
  • Valido para quem comprou o aparelho usado.
  • Válido para quem comprou o iPhone no exterior

Entenda os 30%

Os 30% que ficam com a Regera referem-se às seguintes atividades:

Análise de crédito, análise de banco de dados internos e externos para validade da autoria e integridade dos usuários, segurança de informação em todo processo de experiência, conteúdo educativo e divulgação, relacionamento com o cliente, sites e formulários para coleta de dados, modelos matemáticos para as regras de cálculo, perícias técnicas (quando necessário), contratação de assessoria jurídica, relacionamento com investidores e outros serviços necessários para viabilizar a cadeia do modelo “Receber Agora”.

Entenda o modelo "Receber no Final"

  • Caso uma oferta do modelo “Receber Agora”, não seja aceita até o final do processo, a Regera exerce a opção de compra, repassa 70% do valor para o cliente e retém 30%, referentes aos custos da operação;
  • A estimativa dos especialistas é que esse processo dure entre 5 e 10 anos, mas depende do judiciário;
  • O valor do direito é precificado considerando benchmark de casos parecidos e pode variar dependendo de decisões do judiciário.